Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Desemprego cai para menos de 9% em 2017

Exame

O ano passado representou uma quebra de mais de dois pontos percentuais na taxa de desemprego nacional face a 2016.

Os dados são do Instituto Nacional de Estatística e foram libertados esta quarta-feira, dia 7 de fevereiro: a taxa de desemprego de 2017 fixou-se nos 8,9% menos 2,2 pontos percentuais que no ano anterior. Quanto aos dados trimestrais, entre outubro e dezembro do ano passado, a taxa de desemprego foi de 8,1%.

Os dados são, na generalidade, positivos, com o número da população desempregada a cair 19,2%, para 462,8 mil pessoas, e a taxa de desemprego jovem a fixar-se nos 23,9%, menos 4,1 pontos percentuais que em 2016.

O INE realça ainda que a população empregada aumentou em mais de 150 mil pessoas num ano, o que significa que se fixa agora nos 4,7 milhões de pessoas. “Por seu turno, a taxa de atividade da população em idade ativa situou-se em 59%”, nota ainda o comunicado da instituição.

Em termos de geografias, o centro do país é a que apresenta melhores números, com a taxa de desemprego a fixar-se nos 6,9%, e logo seguida do Algarve, com uma taxa de 7,7% no ano passado. A área metropolitana de Lisboa, por outro lado, registou uma das taxas de desemprego mais altas (9,5%), só superada pelo Norte (9,8%) e pela região autónoma da Madeira (10,4%).