Berlim, 25 jun (Lusa) - O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, rejeitou as críticas à política europeia de combate à crise feitas pelo presidente norte-americano, Barack Obama, recomendando aos Estados Unidos da América que se preocupem com o seu próprio défice.

"Obama devia preocupar-se, sobretudo, em reduzir o défice norte-americano, que é maior do que o da Zona Euro", disse Schäuble no domingo à noite na televisão pública alemã ZDF, enfatizando: "As pessoas são muito lestas a dar conselhos aos outros".

Obama tinha afirmado que "é tempo de garantir que todos fazem o que é necessário para estabilizar o sistema financeiro global", exortando a Europa a "fazer mais" para combater a crise do euro, para que os mercados recuperem a confiança" no Velho Continente.