Berlim, 25 jun (Lusa) - Christoph Schmidt, membro do quinteto de conselheiros económicos do governo alemão (os chamados Cinco Sábios), advertiu hoje que a Alemanha terá de se responsabilizar pelas dívidas de outros países da moeda única, para evitar que o euro fracasse.

Em entrevista à edição eletrónica do semanário Die Zeit, Schmidt reiterou a proposta feita no outono pelos Cinco Sábios para criação de um fundo de amortização das dívidas soberanas acima dos 60 por cento do Produto Interno Bruto, a suportar por todos os países da zona euro.

"Até agora, não ouvi nenhuma proposta melhor, o Banco Central Europeu tem injetado mais liquidez para que a união monetária não se desmorone perante as pressões dos mercados sobre a Itália e a Espanha, mas a longo prazo isso não é solução", disse o diretor do Instituto de Pesquisa Económica da Renânia-Westfália (RWI) ao Die Zeit.