Em declarações à agência Lusa, o secretário de Estado do Desporto, Laurentino Dias, disse que "o resultado da obra, que ronda um investimento entre os 15 e os 20 milhões de euros, está à vista".

"Desde um espaço para o desporto de alto rendimento e o desporto para todos - aquilo que queremos é que estas duas vertentes possam coexistir", explicou Laurentino Dias, acrescentando que é "um espaço que merece ser visitado por todos".

Questionado sobre as críticas de degradação do espaço de um grupo de utilizadores apelidado de Amigos do Estádio Nacional, que se têm oposto à construção de um novo Campo de Golfe no Complexo Desportivo do Jamor (CDJ), o secretário de Estado do Desporto sublinhou que essa obra "só vai servir para beneficiar as populações".

No fim da visita, o presidente da Comissão Parlamentar da Educação e da Ciência, António José Seguro, disse, em declarações à Lusa, que "é gratificante ver um projecto que tem como preocupação as pessoas", acrescentando que, no entanto, "ainda existe muito para fazer".

A Comissão Parlamentar visitou o complexo de piscinas, o estádio de honra, as obras do campo de golfe, o parque urbano, os campos de jogos, as zonas dedicadas ao atletismo, ao râguebi e ao ténis, o parque aventura, o centro de estágio e a zona de tiro com arco.