Lisboa, 22 mai (Lusa) -- O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, disse hoje que o seu governo foi o primeiro a cortar nas rendas excessivas "com cortes reais e não com engenharias financeiras" e garantiu que vai continuar a combater os lóbis.

"Fomos os primeiros a cortar nas rendas excessivas, nenhum outro governo tinha tido coragem para ir contra interesses instalados, e foi tudo feito sem engenharias financeiras", declarou o ministro num almoço-debate organizado pelo International Club de Portugal.

Álvaro Santos Pereira respondeu a quem criticou o governo por não ter ido mais longe no corte das rendas da energia, afirmando que o pacote para 2012-2020 está muito próximo dos valores que eram previstos.