Citando fontes próximas do Washington Post, o Wall Street Journal indicou, no entanto, que alguns conteúdos continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

A circulação de jornais caiu e as editoras têm vindo a restringir os acessos gratuitos às edições online de forma a aumentar as receitas.

A edição eletrónica do Wall Street Journal já é paga.

O The New York Times seguiu a mesma linha em março do ano passado e em outubro do mesmo ano lançou um sítio reservado a assinantes para o Boston Globe, outro título do grupo.