A viagem de quase seis dias, desde Amesterdão até Portugal, numa carrinha de bombeiros que não dá mais do que 80 quilómetros por hora terminou com os holandeses Claire, 37 anos, e Alexander, 38, e as cadelas Zola e Moelie, a aparcarem em Silves, em 2007, em busca de uma vida tranquila. Com o nascimento da pequena Haila, há três anos, ficou difícil continuar a morar na carrinha. Resolveram, por isso, alugá-la.

E este é o primeiro verão em que o Eco-Lodge Brejeira está a trabalhar a 100%, alugando não só a carrinha de bombeiros como uma yurt e uma muito cobiçada rulote cigana, com reservas esgotadas até ao início de setembro. Os seis hectares de paisagem serrana, de frente para Monchique, limpam a vista do bulício citadino.

A meio da tarde, com uns secos 40 graus, os namorados Diederik, 28 anos, e Mette, 25, apanham banhos de sol à porta da carrinha de bombeiros. Chegaram na véspera para umas férias de cinco dias. O preço económico e a diversão foram os principais atrativos da escolha feita na Internet. Podem cozinhar e tomar banho ao ar livre, com água aquecida pelo sol. Na casa de banho, há uma retrete, que respeita o ambiente através da compostagem.

Na tenda mongol, circula-se à vontade no estrado de madeira e na cozinha construída, por Alexander, numa espécie de pérgula, de ferro forjado, com teto de palha. A rulote cigana veio da Holanda em cima de um camião, mas só conseguiu chegar e estacionar na Brejeira com a ajuda de um trator. Azul e branca por fora, parece saída de um décor cinematográfico. Mantém as portas originais de madeira e envidraçadas, e, nas janelas largas, há cortinas de veludo verde azeitona. Na sala, o ambiente completa-se com a estante, a poltrona e a salamandra. Os veludos e as madeiras escuras contrastam com o branco imaculado da roupa de cama e do mosquiteiro.

Quando a noite chegar, os ocupantes da rulote, Maria José, 46 anos, e António, 38, farão o jantar numa cozinha bem equipada. Habituada a ir de férias para hotéis, Maria José conheceu este conceito ecológico numa revista. E agora, no alpendre, todo de xisto, com frigorífico, mesa, cadeiras e bancada, o casal refresca-se e bebe uma cerveja, com a infindável paisagem verde da serra por companhia: "Vamos repetir!"

Preços: Carrinha dos bombeiros €30, €35 (2 pax), Roulotte cigana e Yurt €50, €60 (2 pax) mínimo 3 noites

Equipamentos: cozinha, chuveiros e sanitas individuais

Proximidades: Silves (27 km), Monchique (25 km), São Bartolomeu de Messines (17 km), Armação de Pera (45 km)


Eco-lodge Brejeira
São Marcos da Serra, Brejeira, Silves
T. 91 937 6502
www.eco-lodgebrejeira.com/pt



Descubra cada um dos locais em pormenor: