Paris, 07 mai (Lusa) - A taxa da dívida a 10 anos da França, depois de ter iniciado o dia em ligeira baixa, conseguiu hoje recuperar um pouco no mercado obrigacionista, sem sofrer muito com a vitória de François Hollande nas presidenciais francesas.

Depois de ter começado nos 2,798%, contra os 2,809% verificados no encerramento de sexta-feira, a taxa fixada às 07:30 era de 2,842%.

François Hollande tornou-se no domingo no segundo candidato socialista a conseguir ser eleito como Presidente francês, batendo o chefe de Estado cessante, o conservador Nicolas Sarkozy.