Brasília, 15 mai (Lusa) - Os desentendimentos comerciais entre Brasil e Argentina devem ser resolvidos num prazo de quatro meses, segundo foi hoje acordado numa reunião entre os ministros das Relações Exteriores brasileiro, António Patriota, e argentino, Héctor Timerman.

"Foi firmado um compromisso de examinarmos com cuidado os pleitos argentinos e a Argentina examinar com cuidado os pleitos brasileiros", disse Patriota, citado pela Agência Brasil.

Os argentinos querem facilidades para o acesso ao mercado brasileiro de uvas, uva passa, camarão, frutas cítricas e medicamentos provenientes da Argentina. O Brasil espera suspender as barreiras para a exportação de carne suína.