O diário espanhol El País compilou 10 factos pouco conhecidos sobre a controversa religião (na Alemanha, por exemplo, nem pode designar-se assim, mas antes "seita") que terá estado na origem da mediática separação de Tom Cruise, uma das suas mais proeminentes figuras, e Katie Holmes, católica até ao casamento.

1 - Entre os cientólogos confessos do mundo do espetáculo encontram-se além de Tom Cruise, Madonna, John Travolta, Beck, Juliette Lewis, Lisa Marie Presley, Kristie Alley e Erika Christensen. Paul Haggis, o realizador de Crash, abandonou a Cientologia por desacordo com o apoio da religião à legalização do casamento gay. Will Smith tem negado em várias ocasiões a sua ligação à Cientologia, mas mostra-se incansável nos elogios que faz à organização.

2 - Uma das formas preferidas de mostrar o seu poder é através de aquisições imobiliárias multimilionárias. A Cientologia é proprietária de vários edifícios históricos em Hollywood (mais do qualquer outra entidade), além das sumptuosas sedes em vários países.

3 - Vários antigos membros confirmaram que a Cientologia aplica uma política de "desconexão". Traduzindo, obriga alegadamente os seus seguidores a separarem-se dos seus familiares de outras religiões.

4 - A relação com Hollywood vem de longe, desde a fundação da igreja, em 1955. Muitos jovens atores chegavam à Cientologia através de um professor de interpretação, Milton Katselas, que deu aulas a George Clooney e Michelle Pfeiffer, e que recrutava alunos para a religião.

5 - Os seus seguidores são divididos em níveis. Pas ascender é preciso frequentar seminários ou submeter-se a sessões de "auditoria", uma espécie de interrogatórios, mediante pagamento. David S. Touretzky, um professor da Universidade de Carneggie Mellon que investigou a fundo a igreja, assegura que aceder aos níveis mais elevados pode custar um mínimo de meio milhão de dólares. A Cientologia nega e garante que os cursos estão disponíveis desde 50 dólares.

6 - Quem ingressa na Cientologia, o que pode acontecer a partir dos sete anos, compromete-se por mil milhões de anos.

7- A antipatia de Rupert Murdoch pela Cientologia (expressa claramente em vários comentários recentes no Twitter) tem vários anos. Logo no divórcio de Tom Cruise e Nicole Kidman os Murdoch tomaram o partido da atriz, mas a igreja tentou agora atrair o primogénito do barão dos media, Lachlan Murdoch. 

8 - Para os cientólogos, a culpada do holocausto foi a psiquiatria, ramo da medicina que condenam abertamente. O próprio Tom Cruise atacou Brooke Shiels por ter contado que sofreu de depresão pós-parto e que a superou, em parte, graças a medicação.

9 - Só os ramos mais elevados da organização têm acesso a documentos privados, escritos pelo próprio fundador da Cientologia Ron. L. Hubbard, que explica, entre outrras coisas, a história de Xenu, um ditador intergalático que, há 75 milhões de anos, terá exterminado milhares de milhões de seres, cuja "essência", a vagar na Terra, será a origem de muito males. Publicamente, a Cientologia nega a história, só revelada a alguns membros.

10 - Em 2009, a Cientologia tornou-se a primeira grande organização a ser proibida de intervir na Wikipedia, depois de passar anos a alterar todas as entradas com referência a esta igreja.