O incidente ocorreu perto das 12h00 locais (11h00 em Lisboa), também perto da rede de cantina sociais "Restaurantes do coração", e a rua foi de imediato isolada pela polícia, segundo o site do diário Ouest France.

Após a polícia ter impedido o seu acesso à agência de emprego, o homem impregnou-se com um líquido inflamável e imolou-se, precisou por sua vez a rádio France Info. Apesar de ter sido assistido no local, acabou por morrer.

De acordo com a rádio, que citou uma fonte sindical, a vítima tinha tentado apresentar uma queixa contra o organismo estatal, que lhe exigia a devolução de alguns subsídios que terá recebido de forma indevida.

A agência de emprego (Pôle emploi) foi encerrada, enquanto alguns dos seus funcionários receberam apoio psicológico. Uma equipa de investigadores foi enviada para o local.