Não se pode dizer que seja um café. Pastelaria também não será a palavra certa. "É mais uma mistura entre o que é um lounge e uma gelataria", prefere dizer Nuno Freitas, que abriu a Spirito em meados de agosto, com a mulher Nádia.

A oferta não cabe numa página, mas é mais fácil de explicar do que o conceito. Há bolos (os cupcakes são reis), gelados, cafés. Dentro de cada categoria, porém, cabe uma longa lista de opções.

O laboratório de gelados e a cozinha onde se fazem os cupcakes (e os bolos de aniversário, a tentadora tarte de tiramisu ou o chessecake), fica no primeiro andar do edifício de 1500, que pertenceu à Igreja de São João de Souto.

A Spirito está bem no centro de Braga, mas a ideia é que quem entra (ou fica na esplanada com almofadas convidativas, debaixo do imponente carvalho) "sinta que está a viajar para Londres, Nova Iorque ou Roma", deseja Nuno. É possível. Há um toque bem moderno a dominar todo o espaço e não serão um acaso os pedidos para replicar a Spirito por cá, em Espanha e no Brasil.

Para quem não tinha experiência em restauração Nuno é de marketing, Nádia de gestão o início não poderia ser mais auspicioso. Já há clientes habituais, filas a sair da porta, centenas de fãs no Facebook. A aposta feita na formação em cake design na Holanda, em barista e gelados artesanais em Itália parece ter feito a diferença.

Um espaço para relaxar, quebrar a rotina. Esse, dir-se-ia, é o espírito.


SPIRITO
Lg. S. João de Souto, 19, Braga
T. 253 268 374
Seg-Sáb 14h-19h, 21h-24h