Desde o episódio, num restaurante em Houston, EUA, na semana passada, Michael Garcia tem sido alvo de uma avalanche de elogios. Tudo porque não tolerou servir uma família que tinha acabado de fazer um comentário desagradável sobre um menino de cinco anos, cliente frequente, com a mãe, do restaurante, e portador de Síndrome de Down.

Garcia nem estranhou quando os clientes da mesa mais próxima da do pequeno Milo quiseram mudar de sítio. Mas quando os ouviu comentar que "crianças com necessidades especiais deviam ir ser especiais para outro lado", não conseguiu conter a indignação e informou-os de que não os poderia servir, o que os levou a abandonar o restaurante.

"Como pode dizer uma coisa dessas sobre um lindo anjo de cinco anos?", questionou.

E para o final da história ser completamente feliz só falta dizer que o dono do restaurante apoiou a atitude do funcionário, o que tem levado também a um aumento considerável de clientes, muitos dos quais fazem questão de cumprimentar Michael Garcia.