Em comunicado, Luís Barbosa, Presidente Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, considera "extraordinária" a resposta da comunidade ao apelo de donativo para o Fundo de Emergência, adiantando que os fundos angariados "estão rapidamente a ser convertidos nos artigos mais urgentes e na ajuda mais necessária".

"A Cruz Vermelha Portuguesa agradece a todos os particulares, empresas, fundações, bancos e entidades que não hesitaram em confiar no trabalho humanitário (...), contribuindo, assim, para a sobrevivência das pessoas afectadas pelo devastador terramoto que atingiu o Haiti no passado dia 12", lê-se no comunicado.