Cidade da Praia, 03 dez (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, confirmou hoje que foi cofundador da organização não-governamental (ONG) Centro Português para a Cooperação e afirmou que isso não tem nada que o embarace e que nunca fez disso segredo.

"Eu fui, toda a gente sabe, cofundador de mais do que uma ONG, e dessa também, o Centro Português para a Cooperação (CPPC). Não é nada que me motive embaraço ou qualquer reticência", declarou Pedro Passos Coelho, em resposta aos jornalistas, no final de uma visita à Câmara Municipal da Cidade da Praia.

Pedro Passos Coelho reagiu assim a uma notícia divulgada hoje pelo jornal Público, que disse ainda não ter lido, que lhe atribui o papel de "principal impulsionador, em 1996, de uma ONG concebida para obter financiamentos destinados a projetos de cooperação que interessassem à empresa Tecnoforma" - empresa da qual o atual primeiro-ministro foi administrador.