Considerado por uns como assassino e por outros como herói, símbolo da resistência dos mais pobres contra a classe dirigente britânica, Ned Nelly foi morto em 1880 aos 25 anos.

Após ter morto três polícias, foi capturado no Estado de Victoria, no sul da Austrália, e no mesmo ano enforcado em Melbourne, apesar dos apelos da população a seu favor.