Seul, 29 abr (Lusa) - O deputado sul-coreano Chung Mong-joon, filho do fundador do grupo Hyundai, anunciou hoje que vai concorrer às primárias do seu partido atualmente no poder - o Saenuri -, para ser candidato às eleições presidenciais que terão lugar em dezembro.

O responsável de 61 anos, principal acionista da Hyundai Heavy Industries, assegurou que o seu objetivo é "escrever uma nova história para a Coreia do Sul", aplicando a sua experiência empresarial e em diplomacia, informou a agência Yonhap.

Além do cargo na Hyundai, o empresário foi entre 1994 e 2011 vice-presidente da FIFA (organismo do qual a Hyundai é um dos grandes patrocinadores) e um dos artífices para a organização do Mundial de Futebol de 2002 pela Coreia do Sul em conjunto com o Japão.