Seul, 19 ago (Lusa) - A Coreia do Norte outorgou o título de herói nacional ao destacamento militar fronteiriço que, em novembro de 2010, lançou um ataque contra a ilha sul-coreana de Yeonpyeong, no qual morreram dois civis e dois soldados da Coreia do Sul.

Segundo escreve hoje a agência estatal KCNA, a unidade militar "alcançou os objetivos para desarticular as provocações do inimigo" e mostrou ao mundo "o espírito do heroico exército popular da Coreia".

Na ilha de Mu, encontra-se a base de artilharia que, em novembro de 2010, abriu fogo contra a vizinha ilha sul-coreana de Yeonpyeong, causando a morte a dois civis e a dois soldados, naquele que foi o primeiro ataque direto do Norte contra o Sul, desde a Guerra da Coreia (1950-1953). Pyongyang garantiu que disparou para se defender de manobras navais do Sul na zona.