Lisboa, 26 abr (Lusa) -- O PSD considera que "neste momento não está garantido que haja dois magistrados na lista" candidata ao Tribunal Constitucional, disse fonte social-democrata, depois de o PS ter revelado que o PSD ainda "não se disponibilizou" para a subscrever.

"Neste momento, não está garantido que haja dois magistrados na lista" dos três candidatos a juízes do Tribunal Constitucional, indicados pelo PSD, pelo CDS e pelo PS, disse fonte do PSD no Parlamento.

A posição social-democrata surgiu pouco depois de o líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, ter afirmado aos jornalistas que o PSD ainda "não se disponibilizou para assinar" uma lista conjunta com os nomes indicados pelos socialistas, sociais-democratas e pelo CDS-PP ao Tribunal Constitucional.