O "prédio grávido" está localizado numa área com uma grande densidade populacional de Tóquio. Do lado de fora, a parede lateral ostenta uma enorme "barriga"; Do lado de dentro, um nicho que "acolhe" os moradores.

"Sentando-se ou deitando-se nela, espero que as pessoas formem uma relação de afeição com esse espaço oco da parede, como se estivessem a conversar através corpo", explica o arquiteto, no seu site .

A parede da "barriga" é feita de um material translúcido que deixa entrar a luz do Sol, contribuindo para o efeito aconchegante da estrutra.