Lisboa, 20 ago (Lusa) -- O Automóvel Club de Portugal (ACP) criticou hoje a inércia do Governo face ao aumento do preço dos combustíveis, nomeadamente o atraso na criação de uma rede de postos de abastecimento 'low cost'.

"A economia nacional está depenada e agoniza a cada novo aumento dos combustíveis", alertou a instituição liderada por Carlos Barbosa, no dia em que o preço dos combustíveis voltou a subir.

Em comunicado, o ACP questiona o Governo se "tem noção do garrote fatal que o setor automóvel está a enfrentar, dos despedimentos em massa, das empresas que não conseguem suportar estes aumentos nas suas frotas, dos automobilistas que precisam do carro para trabalhar e mal ganham para gasolina".