Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UM BRAZIL BRAZILEIRO

Imagens de Fundo

  • 333

Eles Voltam, de Marcello Lordelo (Brasil).

O realizador norte-americano de origem brasileira António Campos ('Afterscholl'), apresentou na secção paralela Bright Future o seu novo filme, 'Simon Killer', a história de uma atormentada estadia em Paris de um jovem nova-iorquino recém-licenciado e abandonado pela namorada. No entanto, o melhor filme da Competição até agora, chama-se 'Eles Voltam', de Marcelo Lordello, mais uma obra saída da nova 'onda pernambucana' do cinema brasileiro do Recife. 

José Vieira Mendes

A surpresa de 'Eles Voltam', de Marcello Lordello começou no último Festival de Brasília, onde arrecadou os galardões de Melhor Filme, Prémio da Crítica e Melhor Actriz para Maria Luiza Tavares, uma miúda de 12 anos, que nunca tinha actuado como protagonista. Rodado com um orçamento de 42.000 $R (não chega a 16.000€) 'Eles Voltam', tornou-se uma galinha gorda por pouco dinheiro e um bom exemplo de fazer cinema com paixão, mesmo com escassos recursos. É um dos favoritos na Competição dos Tigres 2013, uma mostra que revelou na Europa, em anos anteriores, outros importantes cineastas desse fabuloso eixo criativo Recife-Pernambuco: Cláudio Assis, Gabriel Mascaro, Marcelo Gomes e Kleber Mendonça Filho. O filme começa de uma forma muito simples, com uma cena de abertura longa, mas eficaz. A uma grande distância, vemos um carro parar na berma da estrada, no meio de uma paisagem panorâmica de montanhas verdes do interior do Brasil. Duas figuras saem do carro: Cris (12 anos) e o seu irmão um pouco mais velho. Não sabemos porque razão foram obrigados a sair do carro. Os miúdos não sabem onde estão, mas sabem que apesar de tudo, os pais vão buscá-los. Os pais demoram, e o miúdo mais velho decide ir procurá-los. Cris fica sozinha na beira da estrada. A partir daí começa a viagem iniciática de uma adolescente de classe média-alta brasileira, (uma notável interpretação e a empatia com o espectador da jovem actriz Maria Luiza Tavares) em busca do seu território pessoal e familiar. E depois à descoberta de um país para ela desconhecido, por razões sociais. 'Eles Voltam' é uma fábula moderna (quase uma versão desconstruída de um conto, dos Irmãos Grimm), que ganha contornos de uma verdadeira psicanálise social, ao revelar não so uma história familiar, mas igualmente um país de múltiplos contrastes, que, apesar do propalado desenvolvimento económico, continua muito marcado pelas grandes diferenças sociais. 'Eles Voltam' está seleccionado felizmente para o IndieLisboa 2013. Já muitos americanos divagaram por Paris como no filme de Woody Allen, mas foram poucos que chegaram a perder a alma, como o protagonista de 'Simon Killer', o último filme de António Campos. Principalmente sendo esse protagonista um jovem culto e bem educado, que em desespero de causa, experimenta o lado mais obscuro e duro da Cidade da Luz, envolvendo-se com a prostituição e extorsão. Depois de um sempre desagradável rompimento amoroso, Simon (Brady Corbet) chega a Paris para passar uns dias e afogar às máguas. Envia e-mails desesperados, mas sem resposta, para sua ex-namorada, excita-se com pornografia na Internet e lutando quase contra si próprio deambula pelas ruas de Paris, sombrio e distante, à procura de qualquer coisa. Quando um dia vai a um clube de sexo, conhece a doce prostituta Victoria (Mati Diop). O relacionamente improvável entre as duas almas penadas, parece ter futuro e fazer bem a ambos. Só que aos poucos, Simon começa a envolver-se em esquemas e a sua fúria reprimida começa a vir ao de cima, procurando desesperadamente uma saída para a sua frustração. O promissor António Campos depois de 'Afterscholl' (2008) criou este drama de suspense psicológico, sem 'can can', mas com uma pulsante banda sonora techno, onde mostra desta vez o lado obscuro de um jovem e atormentado 'americano em Paris'. O argumento foi escrito em colaboração com os seus protagonistas, deixando um precioso espaço para o improviso bem aproveitado nas excepcionais interpretações da dupla Corbet-Diop.  <#comment comment="EndFragment"> <#comment comment="EndFragment">

<#comment comment="EndFragment"><#comment comment="EndFragment"><#comment comment="EndFragment">