Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PALMARÉS DO QUEER LISBOA 17

Imagens de Fundo

  • 333

A Fold in My Blanket (Geórgia, 2013) de Zaza Rusadze, o filme vencedor da principal competição.

Foram ontem à noite anunciados na Sessão de Encerramento, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge, os prémios do Cinema Queer Lisboa 17, nas categorias de Competição para a Melhor Longa-Metragem, Melhor Documentário, Melhor Curta-Metragem Internacional, Melhor Curta-Metragem Portuguesa, e da nova secção estreada este ano que distingue o Melhor Filme de Escola, bem como as escolhas do público nas três competições.

José Vieira Mendes

O Júri da Competição para a Melhor Longa-Metragem, composto por Andrei Rus, Cinta Pelejà e Gustavo Vinagre, decidiu atribuir os seguintes prémios:  Prémio para a Melhor Longa-Metragem  para 'A Fold in My Blanket' (Geórgia, 2013), de Zaza Rusadze, porque segundo o Júri: O filme constrói "uma coreografia sobre a memória, sobre a intimidade relacionada com a história política de um país." O Júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa a 'Joven y Alocada' (Chile, 2011), realizado por Marialy Rivas, por criar "um apurado retrato de uma adolescente contemporânea, e através dela, de toda uma geração." O Prémio de Menção para o Melhor Actor foi para Edward Hogg, pela sua interpretação em 'The Comedian' (Reino Unido, 2012), de Tom Shkolnik, "pela força dos seus silêncios e por deixar os espaços ao seu redor transmitir as suas dúvidas e desejos". O Prémio de Menção para a Melhor Actriz foi para Alicia Rodríguez, intérprete no filme 'Joven y Alocada' (Chile, 2011), de Marialy Rivas, pela "frescura de fazer uma personagem que não é mais uma menina, mas não é ainda uma mulher, e explorar física e emocionalmente as complexidades desse processo de transformação". O Prémio do Público da Competição para a Melhor Longa-Metragem, foi para 'Facing Mirrors' (Irão, 2011), de Negar Azarbayjani. O Júri da Competição para o Melhor Documentário, composto por Bard Ydén, Cláudia Varejão e Michael Stuetz, decidiu dar o Prémio de Melhor Documentário ao filme 'Quebranto' (México, 2012), de Roberto Fiesco, um prémio atribuído pela RTP 2, que se concretiza na compra dos direitos de exibição do filme neste canal. Segundo o Júri este filme foi o vencedor "pela sua riqueza na linguagem visual, que complementa uma história que nunca deixa de comover e surpreender o público." O Prémio do Público da Competição para o Melhor Documentário, foi para 'Born Naked' (Espanha, 2013), de Andrea Esteban. O Júri da Competição para a Melhor Curta-Metragem, composto por André Teodósio, António da Silva e Daniel McIntyre, decidiu atribuir o Prémio de Melhor Curta-Metragem ao filme 'Benjamin's Flowers' (Suécia, 2012), realizado por Malix Erixon, pela "complexa variedade de emoções, conceitos e métodos de fazer cinema". O Júri da Competição para a Melhor Curta-Metragem atribuiu ainda o Prémio de Melhor Curta-Metragem Nacional ao filme 'Pedro' (Portugal, 2013), realizado por Dário Pacheco e José Gonçalves, um prémio que é uma "forma a encorajá-los nos seus futuros trabalhos. O Prémio do Público da Competição para a Melhor Curta-Metragem,  foi para 'MeTube: Augusts Sings Carmen 'Habanera' (Áustria, 2013), de Daniel Moshel. O Júri da Competição In My Shorts, composto por Carlos Conceição, Cosimo Santoro e Maria João Mayer, decidiu atribuir o Prémio de Melhor Filme de Escola à curta-metragem 'Depois dos Nossos Ídolos', (Portugal, 2013), realizado por Ricardo Penedo, "pela sinceridade, coragem e generosidade na partilha de um momento chave da vida, e pelo jogo entre modelos contemporâneos e referências do passado recente". O Júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa a 'Atomes' (Bélgica, 2012), realizado por Arnaud Dufeys.

Palmarés:

Competição para a Melhor Longa-Metragem

Melhor Longa-Metragem: A Fold in My Blanket (Geórgia, 2013) de Zaza Rusadze.

Menção Honrosa: Joven y Alocada (Chile, 2011) de Marialy Rivas.

Melhor Actor: Edward Hogg em The Comedian (Reino Unido, 2012) de Tom Shkolnik.

Melhor Actriz: Alicia Rodríguez em Joven y Alocada (Chile, 2011), de Marialy Rivas.

Prémio do Público: Facing Mirrors (Irão, 2011), de Negar Azarbayjani.

Competição para o Melhor Documentário

Melhor Documentário: Quebranto (México, 2012), de Roberto Fiesco.

Prémio do Público: Born Naked (Espanha, 2013), de Andrea Esteban.

Competição para a Melhor Curta-Metragem

Melhor Curta-Metragem: Benjamin's Flowers (Suécia, 2012), de Malix Erixon.

Melhor Curta-Metragem Portuguesa: Pedro (Portugal, 2013), de Dário Pacheco e José Gonçalves

Prémio do Público: MeTube: Augusts Sings Carmen 'Habanera' (Áustria, 2013), de Daniel Moshel

Competição de Filmes de Escola

Melhor Curta-Metragem: Depois dos Nossos Ídolos, (Portugal, 2013), de Ricardo Penedo.

Menção Honrosa: Atomes (Bélgica, 2012), realizado por Arnaud Dufeys.

<#comment comment="[if !supportEmptyParas]"> <#comment comment="[endif]">

www.queerlisboa.pt

<#comment comment="EndFragment">