Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OS ÚLTIMOS RUGIDOS DOS LEÕES

Imagens de Fundo

  • 333

PASSION, de Brian De Palma

Os candidatos ao Leão de Ouro 2012 deram os últimos rugidos esta manhã com os dois filmes da competição: o thriller 'Passion', de Brian De Palma, ambientado no mundo da publicidade, que dividiu opiniões. O filme italiano 'Un Giorno Speciale', de Francesca Comencini, uma comédia romântica que se transforma num retrato de juventude actual ambientada na eterna Roma, da periferia ao centro. O júri internacional, presidido por Michael Mann entrou em conclave, longe dos mídia e do pouco barburinho que ainda resta no Lido. Muitos já partiram para Toronto. Quanto aos favoritos? Não há muito a dizer. A Mostra termina amanhã com um filme fora da competição: 'L'Homme qui rit' de Jean-Pierre Ameris, protagonizado por Gerard Depardieu, e adaptado de um romance de Victor Hugo.

José Vieira Mendes

A um dia do anúncio dos prémios, não há estranhamente grandes rumores e expectativas em relação ao Leão de Ouro 2012. E mesmo em relação aos outros prémios o que há é pouco mais do que palpites sobre a decisão do júri presidido pelo realizador Michael Mann. Talvez porque o equilibrio entra as várias propostas apresentadas é muito grande e na verdade não se pode dizer que haja um grande filme a destacar. Mas depois de um exilio de quase seis anos Brian De Palma, apresentou aqui um filme assumidamente de produção europeia (Alemanha/França) já que se tornou quase há uma década uma persona no grata do universo da indústria de Hollywood. E assumidamente, porque a principal caractrística do thriller erótico de Palma é destacar bem, esse lado de europuding com diálogos em várias linguas, actores europeus (Naomi Rapace, Caroline Herfurth, Paul Anderson), o cenário da cidade de Berlim e claro uma das estrelas em ascendente no momento: Rachel McAdams. Além disso 'Passion' é uma reciclagem de 'Crime d'amour', de Alan Corneau (2010), protagonizado por  Kristine Scott Thomas e Ludivine Sagnier. O filme é bem feito, mas sem alma e com muitos clichés de um estilo já estafado pelo realizador: dualidade de comportamentos, atmosfera de thiriller psicológico, manipulação e luta pelo poder, entre duas mulheres numa grande multinacional de publicidade, sempre com a mais insinuada carga de erotismo-lesbo. Na verdade 'Passion', não trás nada de novo e apenas parece um combinado da filmografia de excepção do reaiizador: de 'Vestida Para Matar' a 'Femme Fatal', mas antes fosse pelo menos tão consolidado como as referências anteriores. No elenco Noomi "Lisbeth Salander" Rapace e Rachel McAdams saem-se pelo menos muito bem. 'Un Giorno Speciale' de Francesca Comencini, segue uma jornada de um dia passado entre o centro de Roma e o suburbio, de dois jovens Marco (Filippo Scicchitano) e Gina (Giulia Valentini). Ele é um motorista de aluguer e ela uma jovem starlete que se vai encontrar com um politico que prometera dar-lhe uma mão na carreira artística. Comencini que tem igulamente uma vocação de documentarista, usa este pretexto para uma reflexão sobre a juventude actual e as incertezas do seu futuro.<#comment comment="EndFragment">