Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

'Ó PAI, O QUE É A CRISE?'

Imagens de Fundo

  • 333

Ó PAI, O QUE É A CRISE?, com Agostinho Vieira Mendes

A curta-metragem portuguesa 'Ó Pai o Que é a Crise?' realizada pelo crítico de cinema e jornalista José Vieira Mendes é um dos filmes finalistas do Cel.U.Cine Festival de Micrometragens, na categoria especial Prémio RioFilme!

José Vieira Mendes

A curta-metragem portuguesa 'Ó Pai o Que é a Crise?' realizada pelo crítico de cinema e jornalista José Vieira Mendes é um dos filmes finalistas do Cel.U.Cine Festival de Micrometragens, na categoria especial Prémio RioFilme!

 

Um octogenário português, aposentado após seis décadas de trabalho duro, olha para Lisboa, da sua janela e vê uma cidade quase em desfoque. Pessoas antes empenhadas no sonho de um Portugal melhor, otimistas com o equilíbrio e crescimento de um País, desesperam agora diante desta tempestade financeira causada pela crise económica e social.

Desemprego, redução de custos, cortes nos serviços públicos e na assistência social, tudo isso soa a um enorme desilusão aos olhos cravejados de rugas do velho protagonista de 'Ó Pai, o que é crise?'.

Filmada no coração da cidade de Lisboa, no velho bairro de Campolide (com as Torres das Amoreiras em fundo), esta curta-metragem é assinada pelo crítico de cinema José Vieira Mendes, que foi director da revista Premiere, atualmente apresentador de programas de televisão e realizador do documentário 'Geração Curtas?!', a propósito do 20 Anos do Curtas de Vila do Conde.

Utilizando a linguagem do 'cinema verdade', o realizador transformou seu próprio pai em personagem. E mais do que um documentário sobre a  situação financeira do país, este filme é um ensaio poético sobre a memória, a desilusão e solidão dos idosos na cidade, narrado na primeira pessoa por alguém que envelheceu sentindo na pele os muitos contratempos da vida e do País. A premiação do Cel.U.Cine Festival de Micrometragens vai realizar-se no próximo dia 12 de dezembro no Oi Futuro Flamengo, no Rio de Janeiro.