Nicósia, 11 jun (Lusa) -- O ministro cipriota das Finanças, Vassos Shiarly, disse hoje que a recapitalização do setor financeiro é urgente e que o país pode vir a pedir ajuda à União Europeia até final do mês.

"A questão é urgente, já que a recapitalização tem que estar concluída até 30 de junho, faltam poucos dias e faz parte das prioridades do Governo", disse o ministro de Chipre, citado pela agência EFE.

De acordo com Shiarly, o exemplo espanhol veio a mostrar que o Chipre podia obter "boas condições" para uma hipotética ajuda proveniente da União Europeia.