Catarina Migliorini, 20 anos, ficou famosa por leiloar a virgindade na Internet .

O projeto Virgins Wanted incluía o leilão da virgindade da jovem e a realização de um documentário.

O vencedor foi um japonês com o nome secreto de Natsu que depositou 603 mil euros numa conta supervisionada por uma advogada. O dinheiro só deverá ser depositado na conta de Catarina caso ela cumpra a sua parte do acordo, ou seja, tenha relações sexuais com o vencedor do leilão.

A jovem, que já foi capa da edição de Janeiro da revista Playboy brasileira, já se encontrou com o japonês. Em entrevista ao jornal da tarde do canal Record, Catarina contou que apenas conversou com ele.

A brasileira afirma que está dividida porque recebeu propostas mais altas e, entretanto, conheceu uma pessoa que pode vir a ser seu namorado. 'O japonês tem a cultura muito diferente da minha, o brasileiro tem mais a ver comigo', diz Catarina Migliorini. Não desvenda muitos detalhes sobre o novo pretendente, mas sempre vai admitindo que ele está disposto a pagar mais do que o admirador nipónico: "Ele chegou espontaneamente até mim, com seu jeitinho brasileiro, por fora do programa."

Catarina conheceu Natsu em Sidney, na Austrália, e o novo pretendente é um brasileiro de 40 anos residente no Rio Grande do Sul. 

O regulamento inicial do leilão dizia que a jovem deveria perder a sua virgindade a bordo de um avião, durante um voo entre a Austrália ou a Indonésia com destino aos Estados Unidos, por forma a não violar nenhuma lei nacional. As regras ditam que o uso de preservativo é obrigatório e que o "vencedor" não poderá beijar a jovem, nem "realizar nenhuma fantasia nem fetiche, nem usar nenhum brinquedo".