Rio de Janeiro, Brasil, 08 ago (Lusa) - A justiça brasileira determinou hoje a suspensão do contrato de construção de uma rede de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na cidade de Cuiabá, no estado do Mato Grosso, que devia estar pronta no Mundial de 2014.

A decisão foi tomada pela Justiça Federal do Mato Grosso, em resposta a uma ação interposta em conjunto pelo Ministério Público Estadual do Mato Grosso e o Ministério Público Federal.

Na ação, os procuradores afirmam que o empreendimento não conseguirá ser concluído a tempo do Mundial de futebol e que o custo deverá ultrapassar os 1,47 mil milhões de reais (588 milhões de euros), previstos no plano oficial, tornando-se inviável para uma cidade da dimensão de Cuiabá.