Rio de Janeiro, 20 jul (Lusa) - O governo brasileiro reduziu hoje de 4,5 por cento para 3 por cento a previsão oficial para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país este ano, segundo consta em relatório do Ministério do Planejamento.

A previsão é mais otimista que a estimativa do Banco Central, também reduzida, no mês passado, de 3,5 por cento para 2,5 por cento.

A equipa económica do governo de Dilma Rousseff tem adotado várias medidas na tentativa de minorar os efeitos da crise mundial no Brasil, entre elas a redução dos juros e o aumento do crédito para o consumidor e para as empresas.