Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Heróis portugueses: o que os homens de hoje podiam aprender com eles

Canal Activa

  • 333

Está bem que os tempos eram outros: mas há virtudes que ainda hoje se podiam aproveitar. Procurando nas brumas da memória, os portugueses de hoje podiam ser..

Pronto, está bem que não era marido que fizesse muito jeito em casa: praticamente só vinha ao castelo para fazer mais um infante, e sendo que D. Mafalda, que era saboiana, não devia falar uma palavra de português, a conversa também não devia ser intelectual. O primeiro 'workaholic' conhecido em terras lusas, era dedicado ao seu trabalho e incansável no que toca a cortar cabeças aos mouros.

Lição a aprender: Os portugueses que andam por aí curvadinhos e magricelas, que não têm um músculo em cima das costelas, que passam a vida a queixar-se de dores nas perninhas e nas costinhas, de enxaquecas e arranhões no dedo, 'ai não posso comer isto que sou alérgico à alface', que apanham uma gripe e já acham que têm febre amarela, deviam aprender a endireitar a espinhela, botar a armadura nos costados, ferver o azeite (biológico) e a ir-se aos mouros (enfim, isto nos tempos que correm, é melhor tomar no sentido figurado). Também não lhes ficava mal declararem independência da mãezinha. Também não é preciso chegar ao extremo de a pôr a ferros e exigir o reconhecimento do reino de Odivelas, mas homem que é homem é rei de sua própria alma.



CLIQUE AQUI PARA LER O RESTO