Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Volvo lança sistema de deteção de ciclistas

VISÃO Motores

  • 333

Esta nova funcionalidade, única no mundo, estará disponível em meados do próximo mês de maio na maioria dos modelos da marca

MÁSCARA, CAOS E SILÊNCIO - É a primeira sensação e uma espécie de passaporte para uma nova realidade: o momento em que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se confunde com a esperança que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se
1 / 7

MÁSCARA, CAOS E SILÊNCIO - É a primeira sensação e uma espécie de passaporte para uma nova realidade: o momento em que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se confunde com a esperança que nos colocam a máscara de oxigénioe, na maca, entramos num mundo de caos e de silêncios, onde o medo se

moonspell
2 / 7

moonspell

moonspell
3 / 7

moonspell

moonspell
4 / 7

moonspell

moonspell
5 / 7

moonspell

moonspell
6 / 7

moonspell

moonspell
7 / 7

moonspell

Depois do sistema de deteção de peões, lançado em 2012, a Volvo volta a ser pioneira em matéria de segurança, desta vez, com o lançamento do sistema de deteção de ciclistas, apresentado no último Salão Automóvel de Genebra. Esta nova funcionalidade estará disponível a partir de meados de maio nos modelos V40, S60, V60, XC60, V70, XC70 e S80, através de um pack de segurança que se chamará sistema de deteção de ciclistas e peões com travagem automática. Todos os veículos que já estavam equipados com o sistema de deteção de peões poderão ser completados com a nova funcionalidade.  Segundo dados apresentados pela Volvo, cerca de 50% dos ciclistas que morrem em acidentes na Europa colidem com automóveis, um número que pode ser reduzido consideravelmente graças a este novo sistema. Ainda recentemente, o famoso ciclista Laurent Jalabert, atual selecionador francês de ciclismo foi atropelado com gravidade enquanto circulava de bicicleta nos arredores de Toulouse, no sul de França  Este novo sistema consiste num radar instalado na grelha frontal do automóvel e numa câmara situada à frente do espelho retrovisor interno, ambos ligados a um comando central. A função do radar é detetar objetos que surjam na frente do carro e a distância destes em relação ao automóvel. A câmara de alta resolução determina que tipo de objeto se trata, mesmo que esteja em movimento.  Este novo sistema não só deteta os ciclistas como antecipa algumas das suas manobras habituais, tais como o ziguezague . O novo software é capaz de processar a informação com mais rapidez do que a visão humana. Quando um ciclista circula na mesma direção e se desvia repentinamente para a frente do carro e a colisão é iminente, ouve-se um sinal sonoro de advertência e, caso não exista reação por parte do condutor, o carro trava de forma automática de forma a evitar o choque ou reduzir a intensidade do impacto. Logicamente que a velocidade a que o carro circula é extremamente importante para o resultado do acidente.  O ator Rui Porto Nunes visitou pela primeira vez um salão automóvel e, como praticante durante vários anos da modalidade BTT a nível profissional, mostrou-se bastante bem impressionado com este novo sistema. "Ainda bem que começa a pensar-se na segurança dos ciclistas. Tenho um amigo ciclista que já foi atropelado várias vezes e tem tentado chamar a atenção para esse problema. Em Portugal ninguém respeita os ciclistas, por isso, uma inovação tecnológica que permita partilhar a estrada em segurança com os condutores e os seus veículos é muito bem-vinda", afirmou o ator.