O avião que em 2009 se despenhou entre o Rio de Janeiro e Paris caiu após um desvio súbito da rota, afirmou hoje a revista alemã Der Spiegel, citando um especialista que analisou as caixas negras do aparelho.

Face à pressão e à especulação acerca das causas do acidente, investigadores do Gabinete de Investigações e Análises (BEA) francês decidiram tornar público no próximo fim-de-semana "elementos factuais sobre o desenrolar do voo, que determinarão as circunstâncias do acidente", que durou apenas quatro minutos no total.

De acordo com uma fonte, que falou sob anonimato pela Der Spiegel, a análise das caixas negras sugere que os sensores de velocidade do avião congelaram, evitando a transmissão de dados precisos sobre a velocidade do aparelho.