Lisboa, 04 jul (Lusa) - A TAP teve um prejuízo de 9,7 milhões de euros devido às mais de 46 mil reservas canceladas devido ao anúncio de greve dos pilotos, que foi hoje desconvocada, informou a transportadora aérea em comunicado.

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) cancelou hoje a greve de nove dias anunciada para os dias 5 a 8 de julho e 1 a 5 de agosto, depois de acordar com a administração da TAP a criação de um grupo de trabalho com vista à "resolução e criação de soluções para os conflitos laborais emergentes da interpretação e aplicação do Acordo de Empresa", referem.

No entanto, a decisão não evitou um prejuízo de quase 10 milhões de euros para a empresa, face aos 46.230 cancelamentos de reservas, que se registaram desde o anúncio do pré-aviso de greve, a 21 de junho.