Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

José Reis Santos

José Reis Santos

BUDAPESTE, HUNGRIA - Comparativista. Talvez seja esta a melhor forma de me descrever. Quer como historiador, cientista político ou sociólogo amador. Neste sentido, tendo vivido e investigado em Madrid, Bruxelas, Nova Iorque, Inglaterra e agora Budapeste, tenho procurado articular pontes e ligações entre a sociedade civil, académica e política, de forma a retirar destes mundos (tantas vezes isolados) pontos de convergência e de comunalidade. Estar em Budapeste tem-me permitido acrescentar mais um ponto de observação, este proveniente da Europa Central, aos fornecidos por alguns dos lugares pelos quais tenho passado, partindo sempre desse berço de cosmopolitismo que é a minha Lisboa. Vivemos num mundo complexo, cheio de nuances e particularidades, falsa informação e algoritmos condicionadores, gente doida e perigosa, cheia de verdades e factos-alternativos, novos nacionalismos e disrupções sistémicas. Assim, quando mais procurarmos retirar do contacto com outras culturas e gentes, da sua literatura, história ou gastronomia, mais capacitados nos encontramos para entender um pouco (mais) o que nos rodeia.

  • Um exemplo de democracia

    Estes dias encontro-me em Lisboa, onde vim votar. E mergulhar na cidade em ambiente eleitoral, especialmente autárquico, ver as diferentes cores, candidatos, projectos e planos para a cidade, é uma delicia, devo admitir. Especialmente quando estamos habituados a seguir a vida cívica e política noutras paragens.

  • Panis et circenses

    Budapeste, Hungria - Orçamentados inicialmente em cerca de 80 milhões de euros, a corrente derrapagem para os 500 milhões dos Mundiais de Natação (segundo diversas fontes) tem levantado um coro de críticas em relação à excessiva atenção do governo num evento de somenos importância, quando o desinvestimento em áreas com a saúde ou educação é notório

  • Cidade Vivaldi

    BUDAPESTE, HUNGRIA - É tão diferente esta cidade da que conhecemos em Janeiro. E é bem interessante, para um lisboeta, assistir na bancada e participar neste agudo processo transformador