Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Filipe Pontes

Filipe Pontes

Mestre em Gestão. Fraud Control Officer setor segurador. Presidente suplente do Conselho da Especialidade do Colégio de Auditoria da Ordem dos economistas (OE), sócio do Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF) e do Instituto Português de Auditores Internos (IPAI). Docente da cadeira de "Auditorias e Gestão de Fraude" na Business School do ISCAC em Coimbra.O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção.

  • RGPD e os seus direitos

    Muito se tem falado nas coimas a que as empresas estão sujeitas pelo incumprimento do regulamento, muitos de nós temos recebido diversas comunicações de empresas a solicitar a nossa aceitação e a nossa atenção, mas afinal e o que muda para o comum do cidadão? O que são dados pessoais?

  • Abraçar o desconforto

    As FES (Família, Esperança e a Solidariedade) são citadas e exaltadas neste período como em nenhum outro, mas a verdade é que o TAS (Trabalho, Angústias e Sofrimentos) nos esperam no próximo ano. São assim as FESTAS, todas elas acabam e tudo recomeça

  • Todos os requisitos do programa de ajustamento foram colocados à disposição da banca como suporte e requisito para a sua recuperação, mas passados 6 anos continuamos a verificar enormes fragilidades no setor bancário com dificuldades no financiamento à economia e no regresso aos lucros

  • Mas será que o e-fatura se continua a justificar hoje? De acordo com o Portal das Finanças, até Outubro de 2016, foram emitidas e comunicadas 4.512,3 milhões de faturas, o que representa um aumento de 2,9 % face ao período homólogo. Já as faturas com NIF emitidas a consumidores finais cresceram uns impressionantes 12,9% nos primeiros 10 meses do ano de 2016 face a igual período de 2015, tendo atingido os 919,4 milhões de faturas (mais de 20% do total de faturas processadas)

  • Considerando o último relatório disponível no sítio do Fundo de Garantia de depósitos (30/06/2014) a percentagem de depósitos superiores a 50 000 € é de 3,5 % em número de depositantes (cerca de 567 000 depositantes) e em termos de montante 53,6 % (cerca de 87 195 milhões de euros)