Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rita Rato

Rita Rato

Deputada do PCP

  • Passados 132 anos do primeiro 1º de Maio, é imensamente atual a luta pela redução do horário de trabalho. Neste tempo em que vivemos de desenvolvimento científico e tecnológico, estes avanços devem servir a redução do horário, da precariedade e da penosidade do trabalho

  • As opções de fundo do atual Governo PS e as respetivas amarras são obstáculos incontornáveis ao desenvolvimento do País. Terminando 2017 e antevendo 2018, urge a necessidade de uma outra política de criação e distribuição de riqueza

  • A atualidade do pensamento e da ação de Maria Lamas é inspiração sólida para todas as que hoje não se resignam a um papel de submissão na família, no trabalho, na sociedade, na infelicidade

  • Não restem dúvidas: a lei e a Constituição não permitem que a Altice faça o que está a fazer, mas não basta aplicar multas que são automaticamente transformadas em custo de contabilidade. É urgente vontade política para travar estas práticas

  • Opinião

    Rita Rato

    Vende-se Lisboa

    Se hoje é possível – e corrente – despejar famílias de suas casas, para abrir um novo hostel no seu lugar, devemo-lo, em primeiro lugar, ao governo de Passos e Cristas