Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cesaltina Pinto

Cesaltina Pinto

Comecei no tempo do linguado e do chumbo (fica convosco a tarefa de descodificar isto). Nestes 30 anos que conto de profissão assisti ao aparecimento dos computadores, da internet, do online, do facebook, do twitter, do whatsapp, do snapchat... ufa... o que mais aí virá? Arranquei no diário O Primeiro de Janeiro, aprendi a economia no semanário Expresso, participei na fundação do Público e aí cresci. Tentei escapar aos empresários com uma curta experiência na educação. Sempre no Porto, cidade que é minha. Quando me cansei, fugi para Moçambique, pois emigrar apenas por 300 quilómetros nunca esteve nos meus planos. Em 2002, aterrei nesta revista. Gosto de recomeços e de carros amarelos. Estive sempre ao serviço do jornalismo e recuso confundir objetividade com neutralidade.