Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

  • António Diniz

    Diretor do Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA e Tuberculose (2012-junho 2016)

  • Alda Correia

    Licenciada em Direito. Pós-graduação em direito da banca, bolsa e seguros. Pós-graduação em gestão de fraude. Responsável pela Unidade Especial de Investigação na Liberty Seguros. Coordenadora do Grupo de trabalho “Regulação” da Comissão Técnica de Fraude da APS. CFE – Certified Fraud Examiner. Membro do Observatório de Economia e Gestão de Fraude.O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção.

  • Gabriel Magalhães

    Experiência profissional de 15 anos no Setor Financeiro em Auditoria Interna e Gestão de Risco. Licenciado em Gestão pela Nova School of Business and Economics (com Internacionalização de estudos na Erasmus Universiteit Rotterdam) MBA em Auditoria Interna na Coimbra Business School e Certificações Internacionais em Auditoria e Controlo Interno do Institute of Internal Auditors (CIA e CCSA). Membro da Direção do Instituto Português de Auditoria Interna e do Rotary Internacional em Portugal, e associado do Observatório de Economia e Gestão da Fraude. O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção.

  • Tiago Neves Sequeira

    Tem doutoramento e agregação em Economia pela NOVA School of Business and Economics. É professor na Universidade da Beira Interior, membro da unidade de investigação CEFAGE e do OBEGEF - Observatório de Economia e Gestão da Fraude. Tem estudado o fenómeno do crescimento económico em termos teóricos e empíricos e publicou trabalhos em várias revistas internacionais. Foi júri de projetos de investigação e inovação e um dos 30 economistas convidados pelo Presidente da República para o Encontro 'Economia Portuguesa no Pós-Troika', em 2013. O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção.

  • Diogo Sardinha

    Filósofo residente em França, antigo presidente do Colégio Internacional de Filosofia

  • Tiago Fleming Outeiro

    Professor da Universidade de Goettingen, Alemanha, e CEDOC, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Nova de Lisboa

  • Sara Borges dos Santos

    Quando tinha 7 anos, a minha professora pediu-me para desenhar a Sara adulta e eu rabisquei uma senhora a entrevistar alguém, com microfone e tudo. Não deu para perceber (nada) bem, mas a ideia estava lá. Agora, não sou muito mais adulta mas continuo a gostar do que, já na altura, tentei ilustrar. Das perguntas com resposta, do papel e da caneta, das pessoas e do que elas nos dão. Sou de Chaves, aquela terra bem do norte, a 400 quilómetros da capital. Vale a pena ser transmontana e valeu muito a pena crescer em Lisboa, descobrir(-me) (n)a cidade onde escolhi viver e seguir o meu sonho: ser jornalista e mudar vidas a sê-lo. Chata e rabujenta, faço jus ao provérbio "para lá do marão, mandam os que lá estão".

  • Carmo Lico

    Brigantinas. Ou Bragançanas. É o nome que se dá às pessoas que, como eu, nascem em Bragança, bem no norte interior do país. Carmo Lico. Sendo que sim, "Lico" é mesmo o meu último nome. Não é "Lixo" - como o corretor automático insiste em sugerir - nem "Lino", nem "Liro". É "Lico" mesmo. Estudei Design de Comunicação o tempo suficiente para perceber que, afinal, era a comunicação que me chamava - e não tanto o design. Quando, quatro meses depois de me licenciar em Ciências da Comunicação na Universidade Autónoma de Lisboa, a VISÃO me convidou para fazer parte da equipa, só havia uma resposta: SIM! E enquanto "ambas as duas" quisermos, hei de continuar a dar-lhe, mais do que texto, voz e cara.

  • Catarina Guerreiro

    Vive a mil à hora e anda sempre a ver onde arranjar uma notícia ou uma ideia de reportagem. Depois de se licenciar em Relações Internacionais ainda esteve em Paris, numa organização internacional, e, já em Portugal, deu aulas de sistemas políticos comparados na Universidade Lusófona. Mas, quando entrou pela primeira vez numa redação, na época A Capital, rendeu-se ao jornalismo e percebeu que era o que queria fazer para o resto da vida. Passou por diários, como o Correio da Manhã, 24 Horas e DN, esteve no semanário Sol e, como freelancer, colaborou com o Expresso, Sábado, Público e Notícias Magazine. Escreveu o livro "O Fim dos Segredos", sobre a maçonaria e o Opus Dei.

  • Mário Tavares da Silva

    Auditor-Chefe em instituição superior de controlo. Doutorando em Direito - Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Mestre em Direito - Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Licenciado em Direito - Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Associado. Associado do Observatório de Economia e Gestão de Fraude. O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção

  • Ricardo Passos

    Responsável de Sistemas de Informação. Licenciado e Mestre em Engenharia Electrotécnica e de Computadores pelo IST. Sócio do OBEGEF desde 2009. O OBEGEF é uma associação, sem fins lucrativos, para a aquisição de novos saberes sobre a fraude e a corrupção, contribuindo, pela formação e informação, para a sua deteção e prevenção.

  • Catarina Marcelino

    Nasceu no Montijo. Licenciou-se em Antropologia pelo ISCTE. Construiu o seu percurso de ativismo cívico e político através de experiências de voluntariado na AMI, Comunidade Vida e Paz, na Liga Portuguesa Contra a Sida e como dirigente das Mulheres Socialistas. Trabalhou em Câmaras Municipais, foi Adjunta do Secretário de Estado da Segurança Social e Presidente da CITE. Foi Secretária de Estado para a Cidadania e para a Igualdade e é Deputada à Assembleia da República pelo Partido Socialista.

  • João Pita Costa

    <strong>LJUBLJANA, ESLOVÉNIA</strong> - Doutorado em Matemática e editor da revista bilingue luso-eslovena Sardinha (www.sardinha.tv). Vive na capital eslovena desde 2007 e há vários anos que organiza eventos para promoção da língua e cultura Portuguesa. Chegou a Ljubljana há 10 anos para estudar e explorar os surpreendentes pontos de encontro entre as duas culturas. Trabalha em tecnologia, mas já esteve à frente da galeria de arte Tukadmunga, de um popular duo de música eletrónica, e ao mesmo tempo é marido e pai de um luso-esloveno que representa uma nova identidade na nossa Diáspora.