Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Toque, pela sua saúde

Atualidade

  • 333

Reuters

São vários estudos, todos com a mesma conclusão: O toque entre pessoas e animais é o melhor remédio para um corpo e mente sãos. Um guia em cinco passos para esta "terapia"

Seja um aperto de mão, um abraço apertado ou uma massagem, o toque é considerado o melhor medicamento para o corpo e para a mente. Desde da diminuição da pressão arterial e da frequência cardíaca, à redução da dor, o toque pode deixar qualquer um mais feliz e menos ansioso.

Para beneficiar deste tipo de "tratamento", existem várias maneiras simples e práticas:

  • Massagem

Todos os que já experimentaram receber uma massagem, nem que seja daquelas rápidas, sabem que ajuda a desanuviar. Não é apenas uma sensação mental: receber uma massagem ajuda a descontrair os músculos, acalma o stress e baixa os níveis de cortisol. Neste estado de pura descontração, é mais fácil para o corpo recarregar baterias e consequentemente fica com o sistema imunológico mais resistente. Investigadores mediram a função imunológica em adultos saudáveis, que receberam uma massagem de 45 minutos. Quem recebeu massagens tinham mais glóbulos brancos, incluindo as células que "matam" invasores, e ajudam o corpo a combater vírus e bactérias. Tinham também menos tipos de citocinas inflamatórias, associadas a doenças autoimunes.

  • Abraçar

O ato de abraçar inunda os corpos de ocitocina, uma hormona presente no corpo do homem e da mulher, que faz com que as pessoas se sintam mais seguras e confiantes, reduzindo os níveis de cortisol e o stress. E não precisa de ser um abraço ao parceiro: um abraço de qualquer pessoa próxima, funciona. 

  • Dar as mãos

É um dos maiores calmantes que existem, dar as mãos a alguém de quem se gosta. Investigadores na Universidade de Virgínia descobriram isso durante a realização de ressonâncisa magnéticas a 16 mulheres casadas. Na experiência foi-lhes dito que sentiram um leve choque o que fez com que a atividade cerebral das mulheres disparasse. Ao darem as mãos a um dos investigadores, essa resposta diminuiu, e ao segurar a mão dos maridos acabaram por se acalmar completamente.Segundo os cientistas, houve uma mudança qualitativa no número de regiões do cérebro que deixaram de reagir à ameaça. Descobriram também que, quando se está num relacionamento feliz, apertar as mãos do parceiro reduz o stress.

  • Fazer sexo

Não é surpresa para ninguém, visto que fazer sexo envolve o contacto total do corpo. Toda a sensação de toque de pele com pele e o prazer do orgasmo enche o corpo de ocitocina e endorfinas, hormonas que nos fazem sentir bem. O sexo regular também traz benefícios ao sistema imunitário. Pessoas que fazem sexo uma ou duas vezes por semana tem 30% mais imunoglobulina A na saliva, cuja função é combater infeções, de acordo com um estudo da Universidade de Wilkes, na Pensilvânia.

  • Mimos ao animal de estimação

Pesquisas mostram que as pessoas ficam mais calmas ao fazer festas aos animais de estimação. De facto, há estudos que mostram, que a pressão arterial diminui quando se acaricia um cão por exemplo, especialmente quando se conhece o animal e se gosta dele. Acariciá-los, melhora também a função imunológica e alivia a dor, ou pelo menos a perceção da dor.