Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mulheres que passam 10 horas por dia sentadas ficam 8 anos mais velhas

Estudo do Dia

  • 333

Sean Gallup / GettyImages

Novo estudo mostra que as mulheres mais velhas que passam muitas horas por dia sentadas e que fazem pouco exercício físico aceleram o envelhecimento biológico das células

Má notícia para as mulheres com mais de 64 anos, que passam cerca de 10 horas por dia sentadas e praticam pouco exercício físico: um novo estudo da Universidade da Califórnia diz que as células destas mulheres podem estar a envelhecer com uma rapidez muito maior do que era suposto.

A partir de um estudo, publicado no American Journal of Epidemiology, no qual participaram cerca de 1500 mulheres, com idades entre os 64 e os 95 anos, um grupo de investigadores concluiu que estas condições provocam um envelhecimento biológico das células maior do que aquele que é presumível tendo em conta a idade cronológica.

Comparavelmente com mulheres menos sedentárias, o envelhecimento das células de mulheres nestas circunstâncias pode ser oito anos maior, garantem os especialistas. Quando as células envelhecem, os telómeros – estruturas que pertencem às células – encurtam e desgastam-se naturalmente, podendo o estilo de vida intensificar estas duas tendências. No entanto, existe uma boa forma de as evitar, praticando exercício físico.

"Constatámos que as mulheres que ficam sentadas durante mais tempo não tinham telómeros pequenos se se exercitassem durante, pelo menos, 30 minutos por dia", referiu Aladdin Shadyab, um dos autores do estudo. Ou seja, seguindo este raciocínio, a atividade física pode contrariar o encurtamento natural dos telómeros que ocorre com o envelhecimento.

A equipa de investigadores acredita que foi a primeira a medir, objetivamente, a forma como a combinação de um estilo de vida sedentário e a prática de exercício físico pode ter um impacto no envelhecimento biológico.