Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Há dois segredos fundamentais para uma relação saudável

Estudo do Dia

Rob Stothard / GettyImages

Quer um relacionamento estável, forte e duradouro? Há algumas coisas que pode começar a fazer por isso

Manter uma relação saudável e duradoura é um segredo dos nossos dias. A solução difere, necessariamente, de casal para casal mas talvez existam ingredientes mais importantes para fazer este bolo.

Segundo um estudo, feito por Robert Epstein e a sua equipa da Universidade do Pacifico Sul, há duas características essenciais para uma boa relação.

Ou seja, entre as sete características ou capacidades fundamentais para uma relação forte feliz ("descobertas" num estudo que Robert Epstein desenvolveu em 2013) - comunicação, capacidade de viver uma vida em comum, autossuficiência, conhecimento do seu parceiro, sexo, gestão do stress e resolução de conflitos - há duas que se destacam, segundo a repetição desse estudo feita este no ano passado. Consegue prever quais?

A resposta de um milhão de dólares: comunicação e conhecimento sobre o parceiro.

De entre os mais de 2000 adultos analisados, os que revelavam estas duas características tiveram melhores resultados nos testes e mostraram-se mais satisfeitos com os seus relacionamentos.

Uma outra conclusão interessante foi que os casais que tinham estas duas capacidades tinham também as restantes mais trabalhadas e desenvolvidas.

Algumas sugestões

No que à comunicação diz respeito, prefira a honestidade, a clareza e a compreensão antes da crítica.

Evitar frases como "fazes sempre isso" ou "nunca és capaz de fazer isto" e preferir "sinto que podias fazer melhor" ou "sinto-me mal quando fazes assim".

Assim o seu parceiro não tenderá a ficar defensivo e com menos probabilidade se sentirá ofendido.

Além disso, importa saber que conhecer uma pessoa não passa apenas por saber o seu filme favorito ou a o seu prato preferido, passa também por perceber como se sente amado, além do óbvio. Procure fazer um esforço nesse sentido.

Comunicar com a mesma linguagem relacional é tão fundamental quanto aquilo que sente. Seja dizendo verbalmente o quanto ama o seu parceiro ou dar-lhe a atenção que merece, perceber que deve fazer o outro sentir-se amado é fundamental.