Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

24 horas na vida de Portugal

  • 333

Não perca quatro vídeos de outras tantas reportagens que integram a edição especial do 24º aniversário da VISÃO: Vinte e quatro horas na vida do País. De Famalicão a Portimão, entre Cascais e Moura, do pastor Simão a passear ovelhas à uma da tarde ao Presidente Marcelo a ler documentos às duas da manhã

A VISÃO faz anos. Vinte e quatro. E um aniversário é um momento para falar do passado. Ou do futuro. Para fazer balanços e promessas. Invariavelmente, para se falar do aniversariante, e ninguém nos levaria a mal se o fizéssemos.

Mas não foi isso que decidimos fazer. Esta edição de aniversário não é para falar de nós – é para falar de si. De Portugal e dos portugueses. De anónimos, de famosos, até de infames. Do passado e do futuro, pois claro, mas sobretudo do presente, o mais efémero dos tempos, e simultaneamente o mais eterno, o único que nos acompanha do início ao fim.

Assim reduzimos... Não, ampliámos os nossos 24 anos em 24 horas. Vinte e quatro horas na vida do País. De Famalicão a Portimão, entre Cascais e Moura, do padeiro ao professor de surf, da carvoaria à Fundação Champalimaud, do pastor Simão a passear ovelhas à uma da tarde ao Presidente Marcelo a ler documentos às duas da manhã, atravessámos Portugal para lhe fazer o retrato, hora a hora.

Veja já, por si, alguns pedacinhos desse Portugal:

- Uma aula de surf às onze da manhã

- A labuta numa fábrica de carvão, ao meio-dia

- Dura vida de pastor, à uma da tarde

- Às seis da tarde, na fábrica das tábuas preferidas do chef Jamie Oliver

São 2 500 quilómetros de pequenas grandes reportagens – 24 – que juntam, lado a lado, as várias faces da mesma Nação. O País é tradição? Sim, mas também é tecnologia de ponta. Recebemos turistas? Sim, mas não deixamos de integrar refugiados. Temos startups que valem milhões de euros? Sim, mas não nos podemos esquecer que os sem-abrigo não desapareceram por isso. Portugal é azul do mar e verde das florestas, é campo e cidade, é peixe e carne, é o polícia e o ladrão, é pão e azeite, é tristeza e alegria, e, às vezes é as duas coisas juntas – que o digam os doutores palhaços da Operação Nariz Vermelho que visitam crianças no Instituto Português de Oncologia.

LEIA A REPORTAGEM COMPLETA DAS 24 HORAS NA VIDA DE PORTUGAL NA EDIÇÃO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO DA VISÃO, JÀ NAS BANCAS

DISPONÍVEL TAMBÉM: