Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Negócio assinado: Luís Delgado é o novo proprietário da VISÃO

Atualidade

Com 12 títulos, adquiridos à Impresa Publishing, que representam um universo superior a 1,7 milhões de leitores, o recém-criado grupo Trust in News torna-se um dos maiores da comunicação social portuguesa

O logótipo do novo grupo Trust in News

O logótipo do novo grupo Trust in News

A empresa Trust in News Unipessoal Lda., detida a 100 por cento por Luís Delgado, formalizou hoje a aquisição da VISÃO e de mais de 11 revistas da Impresa Publishing: Activa, Caras, Caras Decoração, Courrier Internacional, Exame, Exame Informática, Jornal de Letras, TeleNovelas, TV Mais, Visão História e Visão Júnior. O negócio, assinado esta manhã e no valor de 10,2 milhões de euros, foi efetuado através de um contrato de transmissão de estabelecimento comercial, e tem efeitos desde 1 de janeiro de 2018. Transitam para o novo grupo todas as equipas de redacção dos 12 títulos e foram feitas dezenas de outras contratações.

O novo grupo de comunicação social Trust in News terá cerca de 180 trabalhadores e será o maior de imprensa escrita em Portugal: 12 títulos, com uma circulação paga conjunta de 326 mil exemplares, segundo o último relatório da APCT, e um universo de leitores que ultrapassa os 1,7 milhões, segundo os dados do Bareme Imprensa, além de 1,347 milhões de seguidores no Facebook e 114 mil seguidores no Instagram. No total, as suas revistas possuem mais de 100 mil assinantes, que são leitores fiéis.

Fica concluído, desta forma, um processo iniciado em agosto de 2017, quando a Imprensa Publishing, de forma repentina, anunciou a alteração da sua estratégia editorial e o desinvestimento no mercado da imprensa escrita, com a alienação do seu portefólio de revistas. Após esse anúncio, comunicado pelo CEO Francisco Pedro Balsemão, várias entidades e grupos empresariais manifestaram o seu possível interesse na aquisição dessas revistas, em particular da VISÃO, cuja relevância no panorama editorial português e o consistente bom desempenho ao longo do ano de 2017 – foi o único órgão de informação geral a subir as suas vendas em banca face ao ano anterior – contribuiam para tornar o negócio mais atrativo.

A 6 de novembro, a Impresa Publishing anunciou que, após analisar as várias propostas, iria negociar em exclusivo com Luís Delgado a venda da VISÃO e de outros 11 títulos. Nesse momento, a direção editorial da VISÃO manifestou-se favorável a essa solução, sublinhando que ela oferecia garantias essenciais para que se mantivessem os valores essenciais do código genético da revista: isenção, credibilidade, rigor, respeito pelos princípios éticos e deontológicos pelos quais nos pautamos e a aposta no jornalismo de qualidade.”

O processo negocial entre Luís Delgado, que entretanto criou a empresa Trust in News Unipessoal Lda., e a Imprensa Publishing foi desenvolvido, de forma intensa, ao longo dos últimos dois meses, culminando com a assinatura do contrato, realizada esta manhã.

Na perspectiva da direção editorial da VISÃO, abre-se, assim, uma nova etapa na vida da newsmagazine mais lida de Portugal que, prestes a completar 25 anos de existência, tem todas as condições para enfrentar o futuro com confiança e manter firme o seu compromisso com os leitores: informar com rigor, respeitar os princípios deontológicos do jornalismo, afrontar com coragem e independência todos os poderes, nunca vacilar perante a verdade dos factos e o respeito pelas regras do contraditório, olhar o mundo sem preconceitos. Mafalda Anjos, diretora da VISÃO, assumirá também as funções de publisher dos 12 títulos no novo grupo.

A criação da Trust in News representa o maior desafio empresarial de Luis Delgado no sector dos media, após uma vida dedicada à comunicação social, como jornalista, comentador, administrador e empresário. Mas um desafio que abraça com confiança: "Estas revistas, além de serem quase todas líderes de mercado e títulos de reconhecido valor para milhares de leitores, são também um bom negócio, que factura muitos milhões de euros e tem EBITDAS positivos muito interessantes. Acredito que as revistas em papel têm futuro, apesar do crescimento do digital, onde estes títulos também se posicionam e vão continuar a crescer. E acredito, acima de tudo, que se pode criar ainda mais valor em redor destas marcas prestigiadas e de referência”.

Luis Delgado foi jornalista, editor, editor executivo e subdiretor do DN, editor e subdiretor da primeira revistaSábado, fundador e diretor do Diário Digital, administrador delegado da Lusa e CEO do Grupo Lusomundo Media, da Portugal Telecom. Foi ainda fundador e acionista maioritário da Time Out Lisboa e Porto, fundador e acionista maioritário do Mercado da Ribeira/Time Out (do qual ainda é Presidente), cuja posição acionista vendeu ao Grupo Time Out Internacional, em Londres. É acionista e também Presidente da Time Out Market Porto, cujo projeto está em fase de licenciamento, além de acionista de várias empresas, em setores como imobiliário, restauração, consultoria e crowdfunding/bolsa de empréstimos, entre outros.

Luís Delgado, proprietário da Trust in News, nova dona da VISÃO, como Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa

Luís Delgado, proprietário da Trust in News, nova dona da VISÃO, como Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa

Nuno Botelho

12 MARCAS DE REFERÊNCIA

VISÃO – A newsmagazine mais lida em Portugal (377 mil leitores) e a publicação nacional com maior carteira de assinantes (cerca de 30 mil). Em 2017 registou, até outubro, uma circulação média paga de 63 399 exemplares – o terceiro maior título de informação geral do País. Em 2018, a revista semanal celebra 25 anos de existência, sempre pautados por um jornalismo rigoroso, isento, atrativo e independente, que fizeram do seu título uma das marcas mais respeitadas da imprensa nacional.

CARAS – A revista semanal de referência no segmento de Sociedade, entra, em 2018, no 23.º ano da sua existência, com uma circulação média paga de 42 728 exemplares e uma audiência média de 235 mil leitores. Grande parte do seu prestígio alicerça-se no facto de, ao longo da sua existência, sempre ter retratado de forma séria, rigorosa e responsável a vida das celebridades, bem como pelo seu dinamismo na promoção e realização de eventos exclusivos, cujo principal exemplo é a Gala dos Globos de Ouro.

EXAME – A revista mensal de economia e negócios líder em Portugal, com uma circulação média paga de 16 253 exemplarese uma audiência de 170 mil leitores. Quase a completar três décadas de existência, a Exame continua a ser uma referência do jornalismo económico, promovendo e realizando diversas conferências e eventos já imprescindíveis para empresários e gestores.

ACTIVA – A revista mensal feminina com uma longa história em Portugal e um grupo fiel de leitoras: 180 mil e uma circulação média paga de 31 766 exemplares por mês. É uma referência há quase três décadas, sempre pelo mesmo motivo: cumprir a sua missão de informar, auxiliar, inspirar e divertir.

VISÃO HISTÓRIA – Revista bimestral, lançada como extensão de marca da Visão e a entrar no seu décimo ano de existência como referência e líder no seu sector: circulação paga de 19 545 exemplares e uma audiência média de 106 mil leitores.

COURRIER INTERNACIONAL – Revista mensal dedicada à seleção e divulgação dos melhores textos jornalísticos publicados na imprensa internacional e que já se afirmou como uma referência no panorama editorial português, com uma circulação paga de 16 228 exemplares e uma audiência média de 62 mil leitores.

EXAME INFORMÁTICA – Revista mensal e líder destacada do seu segmento, a grande distância da concorrência. Há 23 anos que analisa as novas tecnologias para uma comunidade de leitores fiéis: actualmente, regista uma circulação total paga de 18 846 exemplares, e uma audiência média de 177 mil leitores.

JL – JORNAL DE LETRAS, ARTES E IDEIAS – Jornal quinzenal dedicado às diversas áreas da cultura e que é um caso raro de resistência e de prestígio no panorama da impresna portuguesa, prestes a entrar no seu 37.º ano de existência e sempre com o mesmo diretor: José Carlos de Vasconcelos. Regista actualmente uma circulação paga de 6839 exemplares.

CARAS DECORAÇÃO – Revista mensal e líder no seu segmento, a grande distância da concorrência direta, com uma circulação paga de 15 740 exemplares e uma audiência média de 147 mil leitores, que a torna num caso singular em Portugal.

VISÃO JÚNIOR – Revista mensal com características únicas no mercado editorial português, prestes a entrar no seu 14.º ano de existência. Regista, em 2017, uma circulação paga de 12 878 exemplares e uma audiência média de 70 mil leitores, constituída não só por crianças, mas também por pais e professores.

TV MAIS – Revista semanal de informação sobre a programação televisiva nacional, entretenimento e atualidade social, fundada em 1993, com uma circulação paga de 35 458 exemplares, e uma audiência média de 138 mil leitores.

TELENOVELAS – Revista semanal que celebra 20 anos de publicação, em janeiro de 2018, sempre a informar sobre a realidade e os bastidores de um dos formatos mais populares da televisão. Regista uma circulação paga de 46 575 exemplares, e uma audiência média de 153 mil leitores.

Fontes: APCT (jan-Out 2017) e Bareme Imprensa (2.ª Vaga 2017)