Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Elizabeth Banks criticou Steven Spielberg por "nunca" apostar em mulheres e acaba a pedir desculpa

Atualidade

Frederick M. Brown

Num discurso ao receber um prémio, a atriz de Hunger Games ironizou com o facto de o realizador de Indiana Jones ou Tubarão "nunca" ter feito um filme com uma mulher protagonista. Acontece que há várias provas em contrário. Banks foi obrigada a reconhecer o erro e apresentou um pedido de desculpas na sua página de Twitter

Na passada quarta-feira, na gala dos Women in Film Crystal + Lucy Awards, a atriz Elisabeth Banks, que recebia um prémio pela direção do filme Pitch Perfect 2, fez um reparo sobre o facto de o realizador Steven Spielberg não escolher mulheres para protagonizar os seus filmes.

“Eu fui ver Indiana Jones e Jaws e todos os filmes que Steven Spielberg já fez. E, a propósito, ele nunca fez um filme com uma liderança feminina”, atirou a atriz.

Será? Após o comentário, muitas foram as reações, apontando filmes do conhecido realizador que têm mulheres no papel principal, como Asfalto Quente (1974), a sua primeira longa-metragem produzida para as salas de cinema, com Goldie Hawn, ou A Cor Púrpura (1985), que recebeu 11 nomeações para os Oscares e valeu o Globo de Ouro para atriz principal a Whoopi Goldberg.

Na sequência de algumas críticas, Banks retratou-se, assumindo o erro factual e apresentando desculpas públicas a Spielberg. “Quando fiz os comentários, referia-me aos últimos filmes de Steven. Não era minha intenção desvalorizar o icónico A Cor Púrpura”, afirmou a atriz.

Elizabeth Banks utilizou a sua conta pessoal de Twitter para apresentar o seu pedido de desculpas a Steven Spielberg

Elizabeth Banks utilizou a sua conta pessoal de Twitter para apresentar o seu pedido de desculpas a Steven Spielberg