Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O que mudou no Euromilhões a partir de sábado

Atualidade

  • 333

Novo preço, nova estrela, novos prémios – e mais um concurso que vai sortear um milhão de euros por semana

Rui Antunes

Rui Antunes

Jornalista

O Euromilhões iniciou este sábado, 24, uma nova era. A partir de agora, quem registar um boletim fica automaticamente habilitado a um novo concurso, que vai atribuir um milhão de euros por semana ao vencedor. O primeiro sorteio deste Totosorteio, que também será publicitado como M1lhão, acontece na próxima sexta-feira, 30.

A participação no novo concurso não será uma escolha, como a que é possível fazer no Euromilhões – e assim continuará a ser –, entre jogar apenas no concurso de terça, sexta ou ambos. Toda a qualquer aposta simples no Euromilhões dará agora origem a uma "chave" para o Totosorteio, gerada pelas máquinas de forma automática e aleatória no momento do registo do boletim. Essa chave será composta por três letras e cinco números e quem tiver a correspondente à combinação sorteada será o feliz contemplado com o prémio de um milhão de euros.

No Diário da República, o novo concurso é justificado com a necessidade de "combater a oferta ilegal que se verifica existir neste tipo de sorteios de números, canalizando -a para a oferta legal, em estritas condições de segurança, integridade e transparência, as quais são garantidas pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa".

Face à introdução do M1lhão, o preço da aposta simples no Euromilhões irá sofrer um aumento de 30 cêntimos por esse motivo, ao qual se somam mais 20 de atualização. Dos dois euros atuais, portanto, a aposta simples passará a custar dois euros e meio. Para compensar, o valor mínimo do primeiro prémio sobe dois milhões de euros, de 15 para 17.

Além das alterações ao nível do preço e dos prémios, o jogo em si também irá apresentar uma novidade, com a introdução de mais uma estrela, a 12.ª.