Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Começar por Goa foi uma forma de chegar lentamente à Índia. Quando entrámos no Rajastão ela revelou-se. Inteira. Intensa. Gestos, costumes, cores e recantos. Tudo é diferente na Índia.


Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Chittorgarh é um forte gigantesco no cimo de uma colina. Tem palácios abandonados no meio de lagos já secos. Famílias a dormir nos templos para fugirem ao pesado calor da tarde. Até os esquilos, confusos com tanto sol, trocam árvores por pedras.


Atrás do Mundo - Atrás do Mundo [33]

Um dos rituais do Hinduísmo é rapar o cabelo e entregá-lo como oferenda.
Um dos rituais do Hinduísmo é rapar o cabelo e entregá-lo como oferenda.

Um dos rituais do Hinduísmo é rapar o cabelo e entregá-lo como oferenda.
Um dos rituais do Hinduísmo é rapar o cabelo e entregá-lo como oferenda.

Ir à Índia e não andar de Riquexó é nunca ter estado na Índia.
Ir à Índia e não andar de Riquexó é nunca ter estado na Índia.