Faz de conta que é um jogo, não vale pensar muito: "À minha beira ou ao pé de mim?"; "Sapatilhas ou ténis?"; "Tacões ou saltos?"; "Bufar ou soprar?" E mais esta: "Sameira ou carica?" Susana Catarino já fez pelo menos vinte pins diferentes.  

O último, a pedido da VISÃO Sete, foi inspirado nos Santos Populares. À falta de expressões características do Porto e de Lisboa sobre as festas escreveu: "Rusgas de São João ou Marchas de Santo António?" Que Susana é imaginativa, ninguém duvida, mas para esta ideia nem teve de puxar muito pela imaginação.  

Há 20 anos, quando veio de Cascais para o Porto estudar design têxtil, sentiu-se perdida no meio das expressões o que queria o professor a pedir um "pingo" ao balcão? Porque lhe estendiam um comprimido quando ela pedia uma "pastilha"?  As conversas à moda do Porto fascinam-na. Há dois meses lembrou-se de criar esta espécie de "pincionário" Porto-Lisboa para pôr à lapela (também há ímanes). Para que não haja dúvidas, diz ela, em cada pin "há sempre uma imagem ilustrativa do que se está a falar".

Na página que tem no Facebook, os seguidores não param de lhe dar ideias. E Susana até já está a considerar uma colecção dedicada apenas ao calão....

Veremos. Para já, vende os produtos da marca que criou, a Speak Porto, em feiras e aceita encomendas por email. Para além de pins e ímanes, haverá T-shirts, blocos, "carteiras"... Ou será que são "malas"?!

SPEAK PORTO
http://speakporto.com
€2/unidade