Trata-se de uma edição que, apesar da abordagem histórica, tem (infelizmente) grande atualidade. Com efeito, todos vivemos submergidos em mais uma destas crises cíclicas, cuja origem remonta há pelo menos 300 anos, quando o sistema capitalista começou a impor o seu modelo na regulação das sociedades. Sabe o leitor que no século XVII, na Holanda, a especulação e o mercado de futuros das tulipas gerou uma das mais antigas crises do sistema, com falências, e muita gente à beira do desespero? Lendo a revista ficará a sabê-lo. Como descobrirá o que aconteceu a Portugal quando entrou em bancarrota, em 1892, e como só acabou de pagar essa dívida em 2001. Ou, ainda, entre muitos outros temas, o que de facto levou a Europa à crise atual.

Encomendas e assinaturas através do telefone 707 200 350 ou clique aqui http://www.assineja.pt/Detalhe/tabid/111/itemID/VH/IdTipoItem/1/GrupoID/2/Default.aspx  

 

AS PRIMEIRAS CRISES

Com a industrialização, os momentos difíceis deixaram de ser provocados apenas por causas naturais como a fome ou a guerra

- Crise das tulipas, a primeira bolha

- John Law e a especulação da Companhia do Mississipi

- Companhia dos Mares do Sul um 'esquema' de financiamento

Por Nuno Valério, professor do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG)

 

KARL MARX, CRÓNICA DE UMA CATÁSTROFE ANUNCIADA

Criticou o capitalismo pelas suas contradições, mas não é responsável pelo "socialismo real" aplicado em seu nome

Por José Luís Cardoso, investigador do Instituto de Ciências Sociais (ICS)

 

DINASTIA DE BANQUEIROS

Parte da elite financeira portuguesa sobreviveu às crises do capital

Por Clara Teixeira

 

QUANDO PORTUGAL CHEGOU À BANCARROTA

Só acabou de ser liquidado em 2001 um empréstimo contraído pelo Estado português em 1902 para tapar o buraco da dívida pública

- Um 'memorando da troika' de há cem anos

Por Maria Eugénia Mata, professora da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa

 

1929 E A BOLSA FEZ 'CRASH'

O equilíbrio do sistema criado após a Primeira Guerra Mundial poderia ser abalado pela mais leve corrente de ar - e o que aconteceu não foi uma simples corrente de ar...

Por Pedro Lains, investigador do Instituto de Ciências Sociais (ICS)

 

AS VINHAS DA IRA

O capítulo socialmente mais dramático da História dos EUA, a Grande Depressão, e como se saiu dele

- O New Deal

Por Pedro Lains, investigador do ICS

 

CRISE, NACIONALISMO E DITADURA

A Grande Depressão não se fez sentir em Portugal como noutros países

Por Maria Fernanda Rollo, investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade de Lisboa

 

MAYNARD KEYNES: COMO CURAR UMA DEPRESSÃO

O intervencionismo estatal não se destinava a debater o capitalismo, mas a reformá-lo e a melhorá-lo

Por José Luís Cardoso, investigador do ICS

 

HITLER LEVADO AO COLO PELA DEPRESSÃO

A crise não chega para explicar a ascensão ao poder do ditador, mas foi decisiva

Por Francisco Galope

 

1973, O PRIMEIRO CHOQUE PETROLÍFERO

A euforia da Revolução de Abril dificultou a tomada de medidas de reconversão energética

- Quanto pagámos pelo petróleo

Por Francisco Sarsfield Cabral

 

NUNCA HOUVE ALMOÇOS GRÁTIS

O que aconteceu a Portugal em 1977 e em 1985, quando os "homens sem rosto" do FMI aterraram na Portela

Por Alexandra Correia

 

Opinião JACINTO NUNES

O então governador do Banco de Portugal recorda as negociações e a intervenção do FMI no nosso país em 1983-85

 

MILTON FRIEDMAN: A ESCOLA DE CHICAGO OU O REVERSO DA MOEDA

Os monetaristas liberais e conservadores mostram-se incapazes de solucionar a atual crise

Por José Luís Cardoso, investigador do ICS

 

OS DIAS DIFÍCEIS DO EURO

Quando a crise cambial mostrou a divisão entre a Alemanha e o resto da Europa

Por Clara Teixeira

 

UMA 'DOENÇA' CONTAGIOSA

Na década de 1990, uma série de crises financeiras abalou os países emergentes

Por Alexandra Correia

 

2007: QUANDO A CASA VEM ABAIXO 66

A história da crise imobiliária, nos EUA, que pôs a nu as fragilidades do sistema financeiro global

- As crises e a bolsa

- Cronologia da crise da bolsa à Grande Depressão

- Infografia: a bolha do subprime

Por João Paulo Vieira

 

MERGULHADOS EM DÍVIDAS

Como é que a Europa ficou submersa na crise das dívidas públicas, e o que é necessário para sair dela

Por Ricardo Reis, professor na Columbia University, Nova Iorque, EUA

 

MAIS DE UM SÉCULO DE INFLUÊNCIA

As agências de rating, que tantas dores de cabeça dão hoje, foram criadas ainda no século XIX

- A Grécia perseguida pela Moody's

Por Pedro Caldeira Rodrigues

 

AS LIÇÕES DA HISTÓRIA

Os efeitos do crash de 1929 foram mais devastadores do que os da crise de 2007

Por Clara Teixeira

 

PORQUE É QUE O CAPITALISMO TEM CRISES?

O que dizem as modernas análises sobre a tendência e o ciclo nas economias de mercado

Por Miguel Pedro St Aubyn, professor do ISEG

 

OPINIÃO JOÃO FERREIRA DO AMARAL

A globalização está a ter consequências profundas no funcionamento do sistema