Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

TAP - Take Another Plane!

Fórum

  • 333

Um Senhor hoje bem poderoso, chamado German Efromovish, multimilionário que começou um negócio de aviação por acaso.. pois um senhor não pagou o que lhe devia e ofereceu-lhe 2 aviões em troca; move-se hoje em áreas e empresas de petróleo, energia, construção naval. Comprou a Avianca que se sabe ter melhorado. Quer comprar a Tap através da Synergy Aerospace (e não pela Avianca) pois, normas europeias impedem que uma companhia não europeia tenha mais de 49 % de uma companhia europeia. Jogou mão de um passaporte Polaco.. !!

TAP - Take Another Plane!

É sabido e tema da actualidade, ocupa aqui e ali, um pouco por todo o lado, área em quase todos os media, a 'questão' da Tap, ex-libris das Empresas Portuguesas. Um leque alargado de 'opinion makers', jornalistas, comentadores, simples notícias factuais informam-nos desta realidade.

Só um interessado de Peso, 'reúne condições' para ficar com a nossa Tap.

Comprar e Vender são hoje em dia verbos de significado adulterado, prostituído, sem sentido. Oferecer seria o mais indicado para quem, como o nosso País se liberta e aliena 'à má fila' o pouco que resta do melhor que tem..

Desde sempre fomos um País de Peso com história em transportes para todos os lados deste Mundo, viagens longas sem medo, em que descobrimos terras nunca antes navegadas, descobertas, povoadas, vividas e que são hoje o que são, nada importa dizer dos seus percursos de história.

Nasci era a Tap já uma realidade invejada por muitos e gabada por todos, cujas performances, savoir faire, segurança, atendimento, leveza, serviço, educação e cortesia e prestígio, a tornavam numa das companhias mais modernas e prestigiadas do Mundo.

Sem saudosismos, é esta a verdade. Fez, faz e fará história.

Um Senhor hoje bem poderoso, chamado German Efromovish, multimilionário que começou um negócio de aviação por acaso.. pois um senhor não pagou o que lhe devia e ofereceu-lhe 2 aviões em troca; move-se hoje em áreas e empresas de petróleo, energia, construção naval. Comprou a Avianca que se sabe ter melhorado. Quer comprar a Tap através da Synergy Aerospace (e não pela Avianca) pois, normas europeias impedem que uma companhia não europeia tenha mais de 49 % de uma companhia europeia. Jogou mão de um passaporte Polaco.. !!

Importa saber o que levou a Delta Airlines, a Virgin Atlantic Airlines, a Alemã Lufthansa, o Grupo Iag (British Airways e Iberia) e a Etihad (Abu Dhabi) se desinteressarem da compra da Tap. É certo que a Tap tem 1 passivo muito elevado; tem como fabuloso activo as suas rotas.

Onde está a valorização, o 'goodwill' da Tap. 

Sendo o Senhor G. Efromovish o único e hábil 'comprador' da nossa Tap, há começar de novo todo este processo.

Recordo a minha infância em que o meu Tio da América, emigrante médico em NY desde 1947 e que sempre teve medo de viajar de avião - as primeiras vezes que veio a Portugal foi sempre de barco.. - passou no final da década de 60 usar o avião e sempre a Tap.

Em NY o que os americanos diziam que Tap (contava-nos o meu Tio da América), queria dizer Take Another Plane.

Por mim estou certo que é o que todos faremos a partir de agora, se estes processos estranhos de 'oferta à má fila' do que resta das nossas melhores empresas for avante, irá ser: Take Another Plane.