Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O 1º de Maio, o Papa Francisco, a escravidão o trabalho e a dignidade !

Fórum

  • 333

Ao partilhar esta realidade no dia do Trabalhador, no 1º de Maio deste ano, o Papa Francisco deu eco à revolta com as condições de vida de todos os homens. Deus deu-nos a capacidade de criar e trabalhar, o Homem, os homens que nos governam, os sistemas financeiros, políticos, sociais, sei lá que sistemas e que poderes.. dão-nos o desemprego, a escravidão, o sofrimento. Tiram-nos a capacidade de criar, de trabalhar, de ter dignidade. O trabalho realiza e dignifica!

No Bangladesh, nos arredores de Data, houve uma tragédia; desabou um prédio onde estavam instaladas fábricas têxteis. Isto verificou-se há cerca de uma semana: elevaram-se hoje para 402 o número de mortos (confirmados), na sequência desta desgraça.

Eram nada mais nada menos do que 5 (cinco), as fábricas que operavam nesse prédio de 8 (oito) andares. Este prédio ruiu em Savar, naquele que foi o mais grave acidente industrial no Bangladesh.

O Papa Francisco, o Papa dos pobres disse: " Hoje, no Mundo, esta escravidão está a ser dirigida contra algo no Mundo, que Deus nos deu: a capacidade de criar, de trabalhar, de ter dignidade. Quantos irmãos e irmãs se encontram nesta situação ", disse o Papa Francisco na sua homília do dia 1º de Maio. Ainda nesta homília, o Papa Francisco referiu-se ao desemprego e lembrou que há muitas pessoas que querem trabalhar mas não podem, e afirmou que uma sociedade em que não é dada a todos a possibilidade de ter um emprego, um trabalho, não é uma sociedade justa.

Condenou as situações de trabalho escravo no Mundo de hoje; referiu-se às condições das vítimas do deabamento do prédio no Bangladesh. As pessoas que morreram eram pagas com Euros 38 / mês.. na sua homília do 1º de Maio o Papa Francisco acrescentou: " Isto é chamado trabalho escravo".

Ao partilhar esta realidade no dia do Trabalhador, no 1º de Maio deste ano, o Papa Francisco deu eco à revolta com as condições de vida de todos os homens. Deus deu-nos a capacidade de criar e trabalhar, o Homem, os homens que nos governam, os sistemas financeiros, políticos, sociais, sei lá que sistemas e que poderes.. dão-nos o desemprego, a escravidão, o sofrimento. Tiram-nos a capacidade de criar, de trabalhar, de ter dignidade. O trabalho realiza e dignifica!